Saiba como é possível diminuir o risco de câncer através da alimentação

Caso ainda não saiba, as células cancerígenas precisam de alguns nutrientes para viver. É exatamente por isso que os tumores sequestram vitaminas, minerais e aminoácidos, incluindo a metionina, da sua dieta para se alimentarem da melhor forma possível. A boa notícia é que você pode usar essas novas informações para diminuir o risco de câncer. 

Confira também: https://blog.ligadasaude.com.br/como-reverter-diabetes-tipo-2-naturalmente/

Continue lendo este artigo para descobrir como a metionina – um aminoácido muito importante – e os tumores podem trabalhar juntos e, com isso, saiba de fato o que comer para não dar às células cancerígenas aquilo que elas precisam para sobreviver. 

O que é metionina?

Como já explicado antes, a metionina é um aminoácido essencial, o que significa que seu corpo não é capaz de produzir, ou seja, você precisa obtê-lo por meio de alguns alimentos em específico. Geralmente, esse aminoácido é encontrado em carnes e em outros produtos de origem animal. Em fontes vegetais de proteína, a metionina é encontrada em menor quantidade.

As principais funções desse aminoácido dentro do corpo são:

  • Produzir proteína para o corpo, quando combinado com outros aminoácidos;
  • Ser precursor da glutationa, um dos principais antioxidantes do seu corpo;
  • Ajudar a formar compostos capazes de garantir uma divisão celular saudável;
  • Auxiliar na replicação do DNA – lembre-se de que a replicação defeituosa pode levar a tumores. 

Leia mais: Como curar diabetes 2

Dependência da metionina e tumores

O grande problema é que os tumores dependem diretamente da metionina para crescer. Ainda na década de 70, alguns pesquisadores descobriram que os tumores não crescem na ausência de metionina. Desde então, esse fenômeno é conhecido como dependeria da metionina. 

De forma geral, as células cancerígenas precisam de mais metionina para se desenvolver do que as células saudáveis. Com isso, os radiologistas usam essa noção para obter uma grande vantagem. Eles injetam metionina radioativa nos pacientes para saber ao certo o tamanho e a localização dos tumores cerebrais e para entender também como as células do tumor devoram esse aminoácido. 

O que torna isso promissor para o tratamento do câncer é que as células normais e saudáveis ​​não são dependentes de metionina – apenas as células tumorais precisam da metionina para sobreviver. Dessa forma, quando não há metionina suficiente, as células saudáveis ​​obtêm o que precisam de outro aminoácido chamado homocisteína. 

Por sua vez, as células cancerígenas, especialmente as que são altamente dependentes de metionina para crescer, não podem usar homocisteína para atender às suas necessidades de metionina e morrerão quando não houver o suficiente. 

Alimentação com baixo teor de metionina

Independente se você tem câncer ou não, fique sabendo que irá se beneficiar bastante com a redução dos níveis de metionina. Sendo assim, é importante ter em mente que os alimentos que possuem altos níveis desse aminoácido são: ovos, peixes, carnes vermelhas, laticínios, entre outros. 

Você também pode gostar: 12 Maneiras de como curar diabetes de forma natural

Para reduzir sua metionina, portanto, basta ficar de olho em suas porções de carne. Cubra a maioria do seu prato sempre com legumes e adicione apenas uma porção de carne, independente de qual seja ela. Apenas ao fazer isso você já estará reduzindo e muito o risco de câncer através da alimentação. O que está esperando? Comece essas mudanças agora mesmo.